Mantenedores

O que acontece no compressor?

O compressor é o coração do sistema de refrigeração, pois fornece o trabalho necessário para manter em funcionamento o ciclo. Sua obrigação é um fornecimento ao condensador um fluido refrigerante à alta pressão, para tornar viável a liquefação à uma temperatura que seja técnica e economicamente possível manter sem condensador.

 O líquido refrigerante, nenhuma rota que cumpre da saída do evaporador à saída da válvula de descarga do compressor, sofre variações de pressão, entalpia e temperatura, mesmo conservando sua condição de gás. O fluído deixa o evaporador na pressão e na temperatura de evaporação (vapor saturado), absorve calor por meio de tubulação de sucção (mesmo isolado) com aumento de entalpia e de temperatura. Nos compressores herméticos e em alguns semi-herméticos envolve o motor elétrico, o resfria e, portanto, absorve calor, que produz um aumento do seu conteúdo entálpico e de seu nível de temperatura. O fluído chega à válvula de sucção do compressor em condições de vapor superaquecido.

 

Vapor superaquecido

 

O vapor permanece de volume devido a sua compressão, aumenta consideravelmente sua pressão e sua temperatura, aquecendo-se mais ainda. A modificação dos valores de pressão e de volume não comporta por si mesma uma variação marcante da temperatura: é energia usada para comprimir o gás que se transfere na maior parte ao mesmo gás na forma de calor (calor de compressão) fazendo subir a temperatura. o gás deixa portanto o compressor numa pressão tal que permite a condensação, mas com uma temperatura bem superior ao nível no qual acontece a condensação. 

 

Fonte: Manual Prático do mecânico e do técnico de refrigeração.

Entre para postar comentários

Social

Topo