Mantenedores

Resistência de cárter. Parece que não, mas muitos não sabem quando usar?

 

Quando o compressor é instalado e exposto a uma temperatura ambiente mais fria, por volta de 4,4°C menor que a temperatura do evaporador, ocorre o que chamamos de migração de fluído refrigerante para o cárter do compressor. Isso devido à diferença de pressão resultante entre o evaporador e o compressor quando este se encontra desligado.
Com o fim de estabelecer uma proteção contra esta possibilidade de defeito (migração), se emprega com frequência o uso de aquecedores/resistências de cárter que mantém o óleo no cárter do compressor a uma temperatura suficientemente elevada (não exagerada que faça o óleo queimar, nem tão fria que não seja suficiente para evaporar o fluido refrigerante que penetre o cárter) criando uma pressão suficiente que evite a migração em grande escala.

Mas é só esta a regra para o uso de aquecedores/resistências de cárter? NÃO !!!

Os aquecedores/resistências de cárter podem ser do tipo de imersão, ou podem ser montados externamente no cárter. O aquecedor/resistência possui poucos watts, que funcionam ou continuamente (dependendo da aplicação ou recomendado pelo fabricante da máquina) ou durante os ciclos de desligamento do compressor.
Deve ser cuidadosamente selecionada para evitar o superaquecimento do óleo do compressor como dito anteriormente e ser sempre aterrados apropriadamente. Se a dica anterior diz o que sempre devemos fazer, a dica seguinte diz o que nunca devemos fazer. Nunca energize o aquecedor ao ar livre ou antes do mesmo ser instalado no compressor, para prevenir superaquecimento e/ou queima.

Agora respondendo a pergunta anterior. SIM existem outras regras geralmente não observadas e até desconhecidas dos técnicos e, mesmo engenheiros, de AVAC-R.

A Emerson, através da sua marca Copeland, que faz neste ano de 2021, 100 anos de história fabricando compressores esta estudando as carências ocorridas no campo e tentando através de artigos, boletins, vídeos e outras inicitativas fazer com que estas informações, muitas vezes desconhecidas, cheguem ao público do nosso segmento. Veja, as informações a partir daqui são referentes às exigências técnicas da Copeland, mas não significa dizer que não serve para outros compressores e que os outros fabricantes também não tenham suas próprias recomendações de uso de aquecedores/resistências de cárter para suas linhas de compressores.

Já falamos de algumas regras tais como da diferença da temperatura ambiente, aterramento, instalação, wattagem adequada. Podemos falar também que a montagem e tipo (ex: cinta) também são importantes embora não abordaremos esses pontos aqui, pois variam demais. Mas ai vai vão duas regrinhas pouco conhecidas para a aplicação do uso de aquecedores/resistências de cárter nos compressores da Copeland:

  • O aquecedor/resistência de cárter deve ser ligado no mínimo 12 horas antes de iniciar o compressor;
  • Um aquecedor/resistência de cárter é necessário quando a carga de fluído refrigerante do sistema exceder os valores listados nas tabelas abaixo:

Para os compressores Copeland RFT, RRT, RST que utilizam fluídos refrigerantes tais como R134a, R450A, R513A, R290, R404A, R448A, R449A e R507; se recomenda o uso de aquecedores/resistências. Já para o uso dos fluídos refrigerantes R450A e R513A, nestes modelos de compressores, o uso de aquecedores/resistências é obrigatório.

 

Esta análise do limite de carga para aplicação de aquecedores/resistências  também ocorre nos compressores herméticos a pistão das linhas CR, CS e CF da Copeland. Para os compressores da linha CF em especial cuja a aplicação é para baixas temperaturas, é obrigatório o uso de aquecedores/resistências de cárter (obedecer a regras das 12 horas minimas de funcionamento antes da partida do compressor). A linha CS também é recomendado o uso dos aquecedores/resistências de cárter quando a carga limite for superior a 2,7Kg (para esta linha, e somente essa linha, será necessário deixar o aquecedor/resistência de cárter ligado no mínimo 4 horas antes de iniciar o compressor) e a linha CR obedece os critérios da tabela abaixo e os outros critérios de 12 horas de funcionamento antes da partida do compressor:

 

Modelo

Limite de Carga (em Kg)

CR16-53KQ

2,7

CR47-53KQE

1,8

CR(P,T,N)5/Q

2,7

CR-K6(E)

2,7

CR-K7

2,7


Douglas Silva | Engenheiro Sr. de Vendas e Aplicações

Fernando C. Madalena | Supervisor de Suporte Técnico e Treinamento

Emerson Commercial & Residential Solutions

Av Hollingworth, 325 | Sorocaba | SP | 18087-105 | Brazil

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Entre para postar comentários

Social

Topo